segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O Resultado

No dias 10 e 11 de outubro, apresentei com o meu grupo de dança, Ísquios por Ísquios, o nosso espetáculo, Amar, Verbo Ridículo, o espetáculo exite desde o ano passado, e este ano fizemos algumas modificações, e ganhamos uma nova bailarina, a Aninha, nossa caçula que chegou para completar a família.
Ah semana da apresentação foi corre total,principalmente na reta final, a partir de quarta, nossa apresentação era na sexta.
Na quarta dividimos o grupo, uma parte ficou responsável pela montagem da iluminação, outra pela divulgação, que foi super dificil, eu estava neste grupo,e fazer a divulgação não foi nada fácil, as pessoas correm 24 horas por dia, alguns eram bem simpáticos, outros um porre, alguns nem olhavam, quanda a gente dizia espetáculo de dança teatro, as vezes ouviamos, NÃO GOSTO DISSO, coitados não sabem o que perdem.
Na quinta feira que deveria ser o dia do ensaio geral, porque a luz deveria ficar pronta na quarta, mas como os funcionários não se entendiam nos que pagamos, e na quinta continuaram a montar a iluminação,fizemos uma faxina no teatro, por dentro e por fora,e chagamos até a lavar ele, pois a situação estava critíca, e também deoramos o teatro.
Na sexta chegamos, coninuou a montagem e afinação da iluminação, isso foi até mais ou menos quase seis horas, detalhe, nossa apresentação era as oito e então demos uma passada, quanto fomos ver era mais de sete e horas, CORRE!, começou a hora do rush, chegamos ao camarim com a Patty cantando "Chegou a tropa de elite osso duro de roer, .." e vambora, colocar figurino, arrumar cabelo,e essa de arrumar o cabelo demora,as meninas vão se maquiar, e muitas outras milhares de coisas em uma hora, e quando ainda não estavamos totalmente prontos o público comeeçou a chegar, fomos cantar por enquanto,hino oficial do grupo, e nos abraçar, para desejar merda e quebre a perna,isso que dizer boa sorte,artista é louco mesmo, não duvidem.
Então chega a hora da apresentação, como era estréia houveram alguns erros, mas apesar de tudo foi uma apresentação muito boa, o público gostou e aceitou o nosso trabalho, e mas do que isso levou a nossa mensagem que é o mais importa.
No sábado chegamos, conversamos sobre como foi a sexta, aquecemos, alongamos, a na sexta a gente também aqueceu, enquanto estavam montando a luz,passamos o espetáculo, acabaomos quase cinco horas, a primeira apresentação as seis, CORRE!, figurino, cabelo, maquiagem, oração, cantar por enquanto, e hora da apresentação, a apresentação da seis foi incrível, na miha opinião a melhor, e não ivemos nenhum erro, nos sábado fizemos duas sessões,e segunda era as oito, terminou a sessão das seis, CORRE!, pra retocar tudo, e vamos pra sessão das oito, que foi as mais marcante, estava chovendo muito, e inclusive dentro do teatro, quando o público chegou, um bailarino , estava colocanndo pano nas poças que existem DENTRO do teatro, pra demarcar, então tomamos muito cuidado, eu me privei muito,mas ainda assim consguimos fazer uma boa apresentação e público curtiu e disse que a chuva dava um tom de intimidade para o espetáculo, ulíma sessão foi a mais marcante, e neste momento homenagearei, duas bailarinas maravilhosas, Ana e Nany, que cairam, a Ana numa coreografia e que corremos todos pelo palco, e a Nany quase no final do espetáculo,mas as duas apesarem de terem caido em momentos diferentes, voltaram imediatamente com uma garra que só duas artistas natas teriam,e deram a vida no palco, minhas lindas paabéns vocês simplismente incríveis e lindas, e fizeram a diferença e provaram que é preciso muito mais que um tombo, por maior que ele seja, para fazer com que vocês dessistam.Minhas rosas mil beijos de todos os beija-flores.

4 comentários:

Simplesmente *Ana* disse...

O meu Bem te vi!!!

chorei....

simplesmente...

adorei o caçulinha e principalmente no final falando de mim e da Nany!!!

grata

mil e mil sonhos coloridos no seu coração

.......

O Velho disse...

Parabéns, Jonatas! Foi muito bom mesmo.

Que correria, né? Mas isso é bom! Vocês terão muitas histórias pra contar, afinal! rsrs


Grande abraço!

;-)

P.S.: Já escrevi o 2º capítulo de "O Lótus", viu? Passa no Velho pra ler!

Paradoxos disse...

um grannnnnde abraço amigo!!

parabéns

a rosa disse...

meuuuuuuu lindo anjo obrigada pelas palavras,realmente não é um tombo q irá desmotivar um artista,minha vida é o palco e honrar meu trabalho e tenho orgulho disso..........te amuh