sexta-feira, 4 de abril de 2008

Por que o ser humano é um animal tão estranho?

V ocê já esteve num dia em que estava realmente alegre pulando de alegria, mais do que radiante, e derepente do nada, você senti uma tristeza, uma grande tristeza, e algué te pergunta:
O que você tem?
E você responde:
Nada!
Como assim nada, você tem alguma coisa e sabe que tem, mas não sabe o que é, e como buscar uma explicação se nem você mesmo sabe o que sente, então o que a gente faz? O mais fácil e claro, tantas vezes nós mesmo s não conseguimos nos entender e culpamos os outros que não conseguem, sabe aquele coisa de ver que os outros tem o mesmo defeito que você, e criticar o outro, e não se auto-criticar, mas por que criticar ao outro e não se auto-criticar? Mais do que simples porque ver os defeitos alheios e tão mais fácil, do que ver os nossos.
Olhar todos o exterior, e não o interior, até de si mesmo, hoje muitas vezes o que importa é o que se tem por fora um rostinho lindo, e um corpo sarado, mesmo que você seja burro, estúpido, ignorante e tenha todos o defeitos que oceromano pode ter, ou o ser humano, como preferimos ser chamados.
E ainda dizem que o ser humano é o único animal racional dotado de inteligência.Será que é mesmo?

6 comentários:

O Véio disse...

Jonatas, acho que não é só hoje em dia não... Sempre foi assim!

Não perca seu tempo com isso não, nem vale a pena.

Valeu pelo comentário lá no Véio, heim? Mas, hoje em dia, não estresso mais com métrica não... rsrs

;-)

Fenridal disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fala, Garoto! disse...

Acho que o seu questinamento se trata de "Transtorno bipolar". Uma hora estamos bem; noutra, depressivos. É um conflito interno que pode só poder ser resolvido com resistência e força de vontade próprias. Abs

Rafaew disse...

bem e ai? :D

não vale mesmo!

obrigado, seu blog e legal tb :D

Luana Camará disse...

Há vozes e segredos

Rumores de esperança

Silêncios e medos

A lentidão do tempo

Destapa véus e beijos

Suavemente descobre

Cada gota de sal

Atada numa lágrima

Docemente trazida

Na emoção do enlaço.

Luana Camará

Fala, Garoto! disse...

Fala, garoto! Passando para conferir as novidades....rs. Abs e boa semana!